Jeans, jeans, jeans!!!!

Standard

Uma bela calça Jeans

por Prix

Será que alguém tem idéia de quantas calças jeans ja passaram pelo seu guarda-roupa? Eu me lembro de quando o meu amor por um belo jeans começou, foi lá pelos anos 80 e com oito anos de idade já sabia bem o que queria vestir.  Era meu aniversário e minha mãe me levou para comprar um modelito novo, foi paixão na certa, uma calça Jeans moderna baggie com cós transpassado e três botões de pressão, deu para imaginar que não era uma simples calça.

Surgimento do Jeans

Essa peça famosa de muitos guarda-roupas foi criada inicialmente nos Estados Unidos pelo imigrante alemão Oscar Levi Strauss no ano de 1853, naquela época havia grande procura por calças que resistissem ao trabalho pesado dos mineradores.  Assim, Levi Strauss confeccionou uma calça feita de lona, inicialmente de cor marrom, que em pouco tempo passou a ser o vestuário principal, não somente dos mineradores, mas também dos agricultores, ferroviários e vaqueiros.

Mesmo sendo bastante resistentes, os bolsos das calças descosturavam rapidamente, foi então que Jacob Davis, alfaiate e cliente de Levi Strauss, teve a brilhante idéia de pregar os cantos dos bolsos com pequenos rebites de metal, percebendo que a idéia teve muito sucesso entre seus clientes, quis patentear sua criação, mas não tinha os $68 dólares necessários para o pagamento da mesma, assim, ofereceu uma parceria a Strauss que percebendo o potencial do negócio, concordou em pagar a patente. 

Em 20 de Maio de 1873, os dois homens receberam a patente e esta foi considerada a data do nacimento do “blue jeans”.

A calça sofreu transformações, foi tingida de azul e o tecido passou por processos de amaciamento.Em 1890, a Levi’s criou seu modelo mais famoso, a calça 501, produzido até hoje, e a primeira calça feminina só chegou em 1934, batizada de “Lady Levis 701”.  Até então, era comum ver as mulheres vestidas com as calças dos maridos e irmãos.

Por 20 anos, Levi Strauss & Co. foi a única companhia com permissão para fabricar peças do vestuário com rebites metálicos, até o término da patente. Depois disso apareceram as rivais Wangler, Lee e a concorrência não parou por ai.

 No Brasil, a São Paulo Alpargatas foi a pioneira a fabricar as chamadas calças de brim Far-West, uma versão do jeans americano.

O Jeans chegou às telas do cinema e televisão, ganhou os jovens e participou do movimento hippie, punk, chegou às passarelas e hoje em dia temos jeans de todos os jeitos e gostos, os cortes foram se aprimorando para valorizar as diferentes formas corpóreas, atendendo todas as classes sociais e faixas etárias, não há quem não use, ou que nunca tenha usado. É a peça mais versátil do guarda-roupa e pode ser usada de uma maneira descontraída ou se tornar chique, dependendo dos acessórios incorporados a ela.

Jeans de acordo com o tipo físico:

Clique na foto para aumentar

Modernidade

Já existem lojas virtuais como a empresa americana “Make your own jeans” onde você encomenda sua calça sob medida, escolhe a lavagem, corte, bolços, tipo de prespontos, botões etc… Da até vontade de testar essa tal calça perfeita não e’?  Confira o link do New york Times que fez uma matéria encomendando uma calça virtual.

Para ver a materia com legenda entre no link abaixo:

http://nytsyn.br.msn.com/videos/default.aspx?cp-documentid=4f2f36f1-65d9-7e85-7982-e38cc81a94b3&vid=4f2f36f1-65d9-7e85-7982-e38cc81a94b3

 

Mas, se você pensa que essa é uma vantagem apenas para os americanos está enganado, o Brasil também oferece essa facilidade, a empresária Eliane Van Der Neut resolveu abrir uma loja virtual depois de ter trabalhado 20 anos em confecção.

A Saint Tailor, com sede em Curitiba (PR), funciona desde abril de 2009 e também faz jeans sob medida, os preços variam de R$158 a R$195, dependendo da configuração escolhida.  (www.sainttailor.com.br)

Outra opção é a Conflito Jeans, com sede em Santa Bárbara D’Oeste (SP) e que também oferece esse serviço. O preço na Conflito é R$ 160 cada calça. (www.conflitojeans.com.br)

Escolha do par ideal

RETA

Modelagem básica, as pernas são retas, da coxa até os tornozelos. A cintura pode ser baixa ou média.  Ela favorece todos os tipos físicos, cores escuras, alongam a silhueta . Fica ótima com tops justos, soltinhos, blusas acinturadas ou com volume nas mangas.

CINTURA ALTA

Pode ser justa, reta ou pantalona, com as pernas bem amplas (flare).

O acabamento e a altura da cintura podem variar do umbigo até o meio das costelas.

 Perfeita para mulheres de corpo longilíneo, pouco seio e quadris proporcionais aos ombros.  Combinam com  regatas e tops justos. Se a calça for skinny, pode ser usada com blusas mais soltas e de mangas amplas.

PANTALONAS

Com pernas amplas que começam mais estreitas em cima e se abrem na forma de um A, até a barra.  Pode ser usada por todas as mulheres, as mais baixas devem evitar modelos de tom claro e com as pernas muito largas.  Podem ser combinadas com blusas justas, sapatilhas para as mais altas e plataformas para as mais baixas. Cuidado com a barra italiana pois ela encurta as pernas.

CAPRI 

O comprimento varia entre o meio da canela e a altura do tornozelo. Pode ser reta ou justa, ter cintura baixa ou média. Ideal para mulheres com quadris estreitos e pernas longas, pois esse modelo pode achatar a silueta. Combinar com blusas não muito longas, para não encurtar ainda mais as pernas. Ficam ótimas com sapatilhas.

SKNNY

Justinha da cintura até os tornozelos, boa opção para as magras e mulheres com a silhueta proporcional, com poucas curvas. Vai bem com tops justos, larguinhos, maxirregatas e vestidos curtos. Ficam ótimas com sapatilhas, sapato de salto e botas.

Outros cuidados a serem tomados na hora da compra:

* Cores escuras, em geral, enxugam as medidas. Uma mulher com quadris largos pode usar um jeans claro, desde que invista em um corte que a favoreça (o reto favorece todas).

*Atenção aos bolsos. Os chapados e de tamanho médio são ideais para quem tem bumbum grande. Os tipo faca não podem ficar abrindo para não aumentar os quadris.

*Cuidado com a modelagem. Quando você sentar, observe que a cintura da calça não pode sobrar demais atrás. “Isso é sinal de que o corte não é bom, pois não segue a curvatura do bumbum”, diz Renata Bizarro, gerente de desenvolvimento regional da Levi’s.

*Modelos que afunilam na barra podem acentuar o volume dos quadris. Porém, pernas abertas demais achatam. Preste atenção nas sobras de tecido na junção das coxas com a virilha – os chamados bigodes. São sinais de modelagem ruim.

Jeans para todos os gostos: Rasgado, colorido, básico….


Clique para aumentar

Humm!!!! Já vou passar no shopping escolher o meu!!! xoxo

One response »

  1. Adorei mesmo!! muito interessante a história sobre a calça jeans…. não imaginava que forsse tão antiga….vou mandar o link para minhas amigas lerem….bjs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s